Um estudo comparativo do funcionamento das pausas na atividade verbal de sujeitos parkinsonianos

Repertorium

Um estudo comparativo do funcionamento das pausas na atividade verbal de sujeitos parkinsonianos

Show full item record

Title: Um estudo comparativo do funcionamento das pausas na atividade verbal de sujeitos parkinsonianos
Author: OLIVEIRA, ELAINE CRISTINA DE
Abstract: Este estudo teve como objetivos: (1) analisar se o modo como as pausas de início de turno são utilizadas na conversa espontânea de parkinsonianos se modifica após um intervalo significativo de tempo; em caso afirmativo (2) identificar quais aspectos da linguagem poderiam estar envolvidos nessas modificações; (3) identificar se essa modificação no uso das pausas iniciais estaria ligada a uma possível progressão da doença; (4) finalmente, propor uma mudança na metodologia utilizada pela maioria dos estudos sobre a doença de Parkinson, buscando, por meio de registros de conversa espontânea, um enfoque interacionista e discursivo para os problemas verbais destes sujeitos. Foram realizadas duas gravações de conversa espontânea de dois sujeitos parkinsonianos, com intervalo de um ano e oito meses entre elas e duração máxima de 39 minutos cada uma. Após as gravações, os dados foram transcritos e, posteriormente, digitalizados no programa computacional Multi Speech. Selecionamos e recortamos somente as pausas em início de turno e comparamos sua ocorrência na primeira e na segunda gravação. Nesta comparação, observamos: (1) freqüência de pausas e turnos conversacionais; (2) presença de pausa em turnos desenvolvidos e não desenvolvidos; (3) tipo de pausa em termos de duração que antecederam turnos desenvolvidos e não desenvolvidos; e (4) características de preenchimento acústico de pausas que antecederam turnos desenvolvidos e não desenvolvidos. Feita essa comparação, verificamos que o intervalo de tempo de um ano e oito meses foi significativo para que pudéssemos observar mudanças na ocorrência das pausas, e em suas características de duração e preenchimento. Quanto à ocorrência, observamos uma tendência à diminuição; no que se refere à duração, vimos que os sujeitos passaram a utilizar menos pausas breves e mais pausas médias e longas em sua atividade verbal; e, quanto ao seu aspecto de preenchimento, os sujeitos diminuíram o uso de pausas silenciosas e aumentaram o uso de pausas preenchidas e mistas. A análise de nossos dados indicou também que aspectos da linguagem de ordem motora, cognitiva, conversacional e enunciativa parecem estar envolvidos na mudança de funcionamento das pausas em início de turnos de nossos sujeitos parkinsonianos. Durante a análise e discussão dos dados, levantamos a hipótese de que a mudança nas características das pausas não só podia estar relacionada ao aumento de dificuldades motoras e cognitivas que nossos sujeitos vivenciaram com o decorrer do tempo, como também podia indiciar que essa progressão da doença de Parkinson vinha se dando de modo particular a cada um de nossos sujeitos. Por fim, pudemos observar que a mudança metodológica realizada em nosso estudo nos possibilitou observar a linguagem em seu funcionamento e compreender um pouco mais sobre o papel das pausas no processo de construção e reconstrução da linguagem desses sujeitos.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/49
Date: 2003


Files in this item

Files Size Format View Description
Dissertação - E ... de Oliveira - Parte 1.pdf 223.3Kb PDF View/Open Primeiro Arquivo
Dissertação - E ... de Oliveira - Parte 2.pdf 546.4Kb PDF View/Open Segundo Arquivo
Dissertação - E ... de Oliveira - Parte 3.pdf 143.5Kb PDF View/Open Terceiro Arquivo

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record